blog: Trechos budistas


Devoção e compaixão

Trechos budistas |

[…] É preciso algo mais que pura análise intelectual para sair dos padrões ordinários restritivos. Devoção é o caminho para se libertar da servidão racional. Apenas estar na presença de mestres realizados e observá-los já é uma experiência transformadora. Como disse Patrul Rinpoche: Especificamente, não há como não chegar à realização autêntica do estado natural […]


Cruzar adiante, não segurar

Trechos budistas |

Walpola Rahula (Sri Lanka, 1907 ~ 1997): […] o Buda disse: “Uma pessoa tem uma fé. Se ela diz: ‘Esta é a minha fé’, até aqui ela mantém a verdade. Mas ela não deve chegar à conclusão absoluta: ‘Só esta é a Verdade, todo o restante é falso’. […] Se apegar a determinada visão e menosprezar outras, […]


A pegada da impermanência

Trechos budistas |

Geshe Lhundup Sopa (Tibete 1923 ~ ): A familiarização com a morte e impermanência é fundamental e muito benéfica. Através dela, se percebe que esta vida não dura e há o abandono das preocupações voltadas para esta vida*. Essa meditação é o principal incentivo para ações que asseguram boas condições em vidas futuras. Sem a […]


Expectativas da prática

Trechos budistas |

Tulku Urgyen Rinpoche (Tibete, 1920 — Nepal, 1996): Algumas pessoas vem a mim e dizem: “Agora, já pratiquei por dez anos”; ou até: “Pratico há 20 anos e passei um bom tempo em retiro, mas não cheguei a nenhuma experiência especial ou qualquer realização notável. Nada aconteceu”. Por que isso? Não basta chamar a si […]


Duvide

Trechos budistas |

17º Karmapa (Tibete, 1985 ~ ): Para garantir a manutenção de uma perspectiva ampla, devemos nos proteger para não nos tornarmos dogmáticos. Penso que é muito bom duvidar. Ao duvidar, você questiona e busca respostas. Você quer ouvir o que os outros tem a dizer. Garanta que vai fazer perguntas, e estude para clarificar qualquer […]


Medir seu nível de realização

Trechos budistas |

Patrul Rinpoche (Tibete, 1808-1887): Para medir seu nível de realização, você obviamente pode apresentá-la como uma oferenda a um mestre, mas isso nem sempre é necessário. Em vez disso, você pode ser seu próprio juiz e oferecer sua realização a si mesmo. Valide-a com esse simples método: À medida que você segue treinando na lucidez […]


Como escolhemos viver nossa interdependência

Trechos budistas |

17º Karmapa (Tibete, 1985 ~ ): Normalmente, acreditamos que precisamos de tantas condições e coisas para sermos felizes. Talvez, no entanto, na verdade seja muito simples. Isso repentinamente surgiu para mim um dia em que estava dando uma volta no monastério. Era uma dia agradável e havia uma brisa suave. Isso disparou em minha mente […]


Beneficiar-se com o Darma

Trechos budistas |

Atisha (Índia ~ Tibete, séc. 11): Resumindo, mesmo se você reside na floresta, se não abriu mão dos objetivos mundanos e não protege sua mente da ânsia pelos objetos dos sentidos, então você falhou em se beneficiar com o Darma. Isso é chamado de “não completar a própria tarefa”. Se você espera comportar-se assim, de […]


Quando nada mais funciona

Trechos budistas |

B. Alan Wallace (EUA, 1950 ~): […] Se você ainda pensa que é possível aperfeiçoar o samsara, reformar o mundo externo para adequá-lo a seus objetivos e trazer satisfação verdadeira, faça isso. Você não precisa do Darma. Você pode tentar tudo o mais. Mas quando você chega à conclusão de que não há como tornar […]


Reduzir planos e projetos

Trechos budistas |

Yongey Mingyur Rinpoche (Nepal, 1975 ~): […] é importante não ceder à nossa tendência de preguiça e de adiar a prática para amanhã, o mês seguinte ou o ano que vem. Podemos gastar nossas vidas pensando: “vou praticar amanhã, ou depois”, então a vida se esgota e, um dia, é hora de morrer. Na morte, nosso […]


Testar a prática

Trechos budistas |

17º Karmapa (Tibete, 1985 ~ ): Não basta para nós cultivar uma mente de amor e compaixão e algum tipo de estado meditativo enquanto estamos seguros em nossas salas de meditação. Somente isso não vai remediar nossas aflições: precisamos continuamente cultivar uma mente imbuída de Darma. Principalmente quando nossa mente é perturbada: o Darma precisa […]


Mestre no coração

Trechos budistas |

Dzongsar Khyentse Rinpoche (Butão, 1961 ~): Devoção é parte integral de um praticante Vajrayana. Querer estar livre da ilusão implica aceitar que estamos iludidos. Se nunca abandonarmos nossas percepções ordinárias impuras do mundo e dos seres, jamais iremos irromper de nossa ilusão. … Geralmente, quando tomamos refúgio, há uma ideia de ser inferior ao objeto […]