posts com a tag: prática


Suportes externos da prática

Trechos budistas |

Gyatrul Rinpoche (China, 1924 ~): Com frequência, a religião budista é vista como uma caminho de culto idólatra devido à forte expressão externa da devoção aos objetos de refúgio. Tal devoção é necessária enquanto a consciência dualista existir. Devido ao nosso hábito de agarrar, é necessário cultuar ou venerar os objetos de refúgio fora de […]


Progresso lento da prática

Trechos budistas |

Dzongsar Rinpoche

Dzongsar Khyentse Rinpoche (Butão, 1961 ~) Quando a prática for boa, tente não ficar muito excitado ou usar esse nível de concentração e inspiração como o padrão para toda prática futura. Tsele Natsok Rangdröl disse que praticantes do darma não devem ser como crianças que ficam tão excitadas em um parquinho de diversões cheio de brinquedos […]


Sinais de progresso em nossa prática

Trechos budistas |

Dzongsar Khyentse Rinpoche (Butão, 1961 ~): Quais são os sinais de progresso em nossa prática? O que podemos esperar? Devemos aguardar um sinal do guru? Uma recompensa? Segundo Karma Chagme Rinpoche, não teremos nenhuma experiência, nenhum sonho especial, nenhuma visão pura. O “rei de todos os sinais” — também conhecido como “sinal do não-sinal”, tão […]


Fonte de nossa felicidade mais duradoura

Trechos budistas |

Joseph Goldstein: A segunda ação hábil é a moralidade (sila, em pali). Em seu louvor a Ghatikara […], o Buda Kassapa repete os cinco preceitos básicos de não causar dano, abster-se de: matar, roubar, conduta sexual imprópria, mentir e ingerir intoxicantes. Às vezes, a prática de sila, permanecer dentro dos cinco preceitos, é fácil — […]


A benção da generosidade

Trechos budistas |

DJKR_2011_web1

Dzongsar Khyentse Rinpoche (Butão, 1961 ~): Há um motivo porque, quando aprendemos as seis perfeições, a generosidade sempre vem primeiro. Como seres humanos, somos tão impacientes: queremos gratificação instantânea, felicidade instantânea, resultados instantâneos. Com frequência, ouvimos: se você for generoso, no futuro será rico. Mas essa é apenas uma maneira bem simplista de explicar as […]


Esperança de realização imediata

Trechos budistas |

Dilgo Khyentse Rinpoche (Tibete, 1910 – Butão, 1991) […] Se praticamos dessa maneira por, digamos, um ano, e não vivenciarmos nenhuma realização extraordinária, não devemos ficar desencorajados, nem devemos sucumbir a dúvidas sobre a prática. Como Jetsun Milarepa disse: “Não alimente esperanças de realização imediata, mas pratique por toda a vida”. Se pensarmos com determinação […]


Identificar o orgulho

Trechos budistas |

Patrul Rinpoche (Tibete, 1808-1887): De todas as emoções negativas, o orgulho e a inveja são as mais difíceis de identificar. Por isso, examine sua mente com cuidado. Qualquer sensação de que existe algo minimamente especial em relação às suas qualidades, sejam elas mundanas ou espirituais, o cegará para as suas próprias falhas e não o […]


Viver intensamente

Trechos budistas |

Matthieu Ricard (França, 1946 ~): “Viver intensamente” tornou-se o leitmotiv do homem moderno. Trata-se de uma hiperatividade compulsiva sem qualquer pausa, sem brecha de tempo não-agendado, por medo de se encontrar consigo mesmo. Pouco importa o significado da experiência, desde que ela seja intensa. Vêm daí o gosto e a fascinação pela violência, a exploração, […]


Alegria imensurável

Trechos budistas |

Dilgo Khyentse Rinpoche (Tibete, 1910 – Butão, 1991) Alegria ilimitada é a alegria que você deve sentir quando vê seres afortunados e instruídos que são felizes, famosos ou influentes. Em vez de ficar desconfortável e sentir ciúmes da fortuna deles, regozije sinceramente, pensando: “Possam eles continuar a serem felizes e desfrutar de mais felicidade ainda!”. […]


Benefício de salvar vidas

Trechos budistas |

Chatral Rinpoche (Tibete, 1913 ~): Faça todo o esforço para não matar qualquer ser vivo: passáros, peixes, gazelas, vacas e até mesmo pequenos insetos. Ao invés disto, ocupe-se de salvar a vida deles oferecendo proteção em face de todos os perigos. O benefício desta ação está além da imaginação. Está é a melhor prática para […]


Perder o Dharma

Trechos budistas |

B. Alan Wallace (EUA, 1950 ~): O motivo porque outros não vão encontrar este caminho são os maras [demônios], uma metáfora para as aflições mentais. Elas fazem um trabalho demoníaco conosco, nos atormentam. Como [essas pessoas] ainda estão sob o domínio dessas aflições mentais, mesmo se elas estiverem fisicamente presente quando tais ensinamentos são dados, […]


Fé e realização

Trechos budistas |

Patrul Rinpoche (Tibete, 1808-1887): […] Um sutra diz: Ó Sariputra, a verdade absoluta só pode ser consumada pela fé. Pelo poder de uma verdade que seja além do comum é que as bênçãos das Três Jóias e do seu professor penetrarão em você; e é por meio delas que a verdadeira realização surgirá e você […]