posts com a tag: prática


Natureza do mestre

Trechos budistas |

Já que a consciência pura do presente é o verdadeiro buda, com abertura e contentamento encontramos o Lama em nosso coração. Quando compreendemos que essa mente natural sem fim é a natureza do mestre, não há mais necessidade de preces apegadas e ansiosas ou reclamações artificiais. Ao simplesmente relaxar no estado desperto não conceitual, o […]


Intervalos entre a meditação

Trechos budistas |

Todos novos meditadores devem praticar em sessões mais curtas porém mais frequentes. Na hora de concluir a sessão de prática, a mente deve permanecer imperturbada por conceitos. Se a pessoa é capaz de permanecer pacificamente sem ser perturbada por conceitos, é importante deixar a mente nesse estado por um tempo. O motivo é que se […]


Expectativa de transformação

Trechos budistas |

O objetivo da prática é subjugar nossos próprios fluxos mentais. Geralmente, especialmente no Ocidente, é muito comum as pessoas pensarem que, assim que você vira budista, isso de algum modo trará uma mudança extraordinária, como se transformar em um bodisatva da noite para o dia. Isso não é verdade para nada no mundo. Por exemplo, […]


União com a natureza do Guru

Trechos budistas |

Por que praticamos Guru Yoga, a “união com a natureza do Guru”? Com a ajuda do mestre externo, podemos descobrir o mestre interno — a natureza da nossa própria mente. Até que alcancemos esse ponto, se aspiramos seriamente a nos transformar, jamais devemos ser excessivamente confiantes, dependendo só dos nossos próprios métodos e de nossa […]


Oceanos de sofrimento

Trechos budistas |

Na maioria das vezes é o sofrimento que nos faz chorar; nossas lágrimas são salgadas e não muito agradáveis de saborear. Se considerarmos o mundo todo, os oceanos são salgados também, e a terra firme onde as pessoas vivem e trabalham é, geralmente, mais útil e agradável. Também é verdade que os oceanos salgados são […]


Meditação na deidade

Trechos budistas |

Ao receber a benção do corpo do guru na primeira iniciação, todos os obscurecimentos, máculas e impurezas dos canais são purificados. Recebemos a Iniciação do Vaso, que nos transmite poder para meditar no estágio do desenvolvimento, ou Kyérim — em outras palavras, meditar em uma deidade. Podemos perguntar: qual o sentido de meditar em deidades? […]


Não se fixar nas falhas dos outros

Trechos budistas |

[…] É dito nos sutras que, na era de degeneração [atualmente], Bodisatvas podem cometer erros quando eles se relacionam com outras pessoas. Então é importante não se fixar nas falhas dos outros, mas treinar a percepção pura delas. Também é dito que devemos reverenciar os Bodisatvas, imitando os brâmanes da Índia que, tomando a lua […]


A dedicação dos bodisatvas

Trechos budistas |

Grandes bodisatvas doam todas as coisas que se necessita na vida sem má vontade, sem desejar recompensa, sem esperança de prosperidade ou felicidade mundanas. Eles livram a mente do pensamento errante e bem meditam na verdade, porque aspiram a beneficiar todos os seres e claramente perceber a natureza verdadeira de todas as coisas. […] Eles […]


Orgulho e arrogância no caminho

Trechos budistas |

Se nossa prática não diminui o auto-apego, ou talvez até aumente, então não importa o quanto somos austeros e determinados, não importa quantas horas por dia nos devotamos à aprender, refletir e meditar, nossa prática espiritual é em vão. Um derivado próximo do auto-apego é o sentimento de auto-importância. Tal arrogância ou orgulho é uma […]


Apontar nossos próprios erros

Trechos budistas |

[…] Então, em termos de erros, devemos nos voltar para nós mesmos, porque apontar erros nos outros é a nossa própria desgraça. Sua Santidade o Dalai Lama com frequência faz distinção entre conduta digna e indigna. Apontar erros nos outros é indigno. Em termos de virtude e desvirtude, procurar falhas nos outros e difamá-los é […]


Preocupação com nossa reputação

Trechos budistas |

Então, lembre-se que se você tem boa ou má reputação, ela não tem nenhuma realidade objetiva. Não vale a pena se preocupar com isso. Os grandes mestres do passado jamais se incomodaram com isso. Eles sempre responderam à calúnia e depreciação com bondade e paciência. Langri Thangpa foi um mestre assim. Uma vez, na região […]


Poucos princípios para praticar

Trechos budistas |

Não há muitos princípios fundamentais, da raiz, do dharma. O Buda disse que seu ensinamento cabe em “uma única mão cheia”. Uma passagem no Samyuta-nikaya deixa isso claro. Ao caminhar pela floresta, o Buda pegou um punhado de folhas caídas e pediu aos monges presentes para decidirem qual era a quantidade maior, as folhas em […]