posts com a tag: Tulku Urgyen


Expectativas da prática

Trechos budistas |

Tulku Urgyen Rinpoche (Tibete, 1920 — Nepal, 1996): Algumas pessoas vem a mim e dizem: “Agora, já pratiquei por dez anos”; ou até: “Pratico há 20 anos e passei um bom tempo em retiro, mas não cheguei a nenhuma experiência especial ou qualquer realização notável. Nada aconteceu”. Por que isso? Não basta chamar a si […]


Limitar a mente

Trechos budistas |

Yongey Mingyur Rinpoche

Yongey Mingyur Rinpoche (Nepal, 1975 ~): Uma das primeiras lições que aprendi com meu pai [Tulku Urgyen Rinpoche] foi que os budistas não vêem a mente como uma entidade distinta, mas como uma experiência em eterna mutação. Posso me lembrar do meu estranhamento inicial diante dessa ideia, sentado na sala de aula do mosteiro no Nepal, […]


Bençãos de família

darma blog |

Tullku Urgyen Rinpoche

Um post muito legal no blog quietamente, sobre a família de Tulku Urgyen Rinpoche (que por sinal vem diretamente do grande terton Chokgyur Lingpa!): quietamente | Álbum de Família Leia trechos de ensinamentos desse grande mestre.


Verdadeira benção

Trechos budistas |

Tulku Urgyen Rinpoche (Tibete, 1920 — Nepal, 1996): Pergunta: Estava pensando se Rinpoche poderia explicar exatamente o que são “bençãos”? Tulku Urgyen Rinpoche: O que as pessoas geralmente chamam de bençãos são o que eu chamaria de “bençãos superficiais”. É como quando você quer se livrar de algo e pede: “Por favor, abençoe-me para que […]


Reflexos do sol

Trechos budistas |

Nós temos uma única mente, mas precisamos diferenciar entre seus dois aspectos: essência e expressão. Compreenda este exemplo da relação dos dois. A essência é como o sol brilhando no céu. A expressão é como seu reflexo na superfície da água. O sol no céu é o sol real. O reflexo do sol aparecendo na […]


Tomar o futuro em nossas mãos

Trechos budistas |

Agora é o momento de nos libertarmos do samsara. A menos que façamos nesta vida, isso não vai acontecer por si mesmo. Temos que tomar conta de nós mesmos. Agora mesmo temos a habilidade de receber ensinamentos e praticar o Dharma. Não é a hora certa? Isso não seria melhor do que continuar agindo como […]


Jóia que realiza desejos

Trechos budistas |

[…] Devemos simplesmente reconhecer o que já possuímos. Mas humanos, que são os mais espertos e capazes de todos os diferentes tipos de seres sencientes, parecem estar inclinados a prontamente jogar longe esta mais do que preciosa jóia que realiza desejos. O estado normal de um ser humano é como alguém que encontrou uma jóia […]


Buda, Dharma e Sangha

Trechos budistas |

Foto tirada e enviada pela leitora Adriana Bernardino (obrigado!) Não houve apenas um Buda. No passado, houve incontáveis despertos. Na era do universo presente, mil Budas vão aparecer. Em eras futuras, um número incontável de Budas vai surgir. Quando um iluminado aparece e ensina, as palavras que ele profere, que estão totalmente livres do engano, […]


Padrões de emoções negativas

Trechos budistas |

Agora mesmo estamos em uma encruzilhada, onde podemos ir tanto pra cima quanto pra baixo. Ir pra baixo não requer nenhum esforço de nossa parte; isso é facilmente conseguido porque é a nossa tendência natural continuar com os velhos padrões de emoções negativas. A prática do Dharma, por outro lado, requer esforço; ela precisa ser […]


Viver consciente da impermanência

Trechos budistas |

A essência do Dharma é ter isso no coração: agora temos algum livre arbítrio, há escolhas que podemos fazer, temos algum controle sobre nossas vidas, algum tipo de poder de independência. Durante este período de vida em um corpo humano, quando temos tal liberdade, podemos usá-lo de maneira positiva. Assim que esta vida acaba, quando […]


Karma e mérito

Trechos budistas |

Dois pontos no treinamento da mente são importantes para levar ao coração. O primeiro é que quando temos condições positivas e boa fortuna, e tudo parece estar funcionando, devemos pensar: “Isso acontece graças às Três Jóias! Não porque sou brilhante e maravilhoso, mas devido às virtudes das Três Jóias”. Da mesma maneira, quando falhamos, desapontados, […]


Palácio de deidades

Trechos budistas |

A deidade protetora Palden Lhamo, em thangka de Nick Dudka (clique para ampliar). […] Na verdade, nosso corpo é um palácio de deidades. A natureza-buda é a deidade básica, e nosso corpo é seu palácio. Na hora da morte, nossas deidades internas emergem, e podemos ficar iludidos com nossa própria auto-aparição, assim como é dito […]