Momento da morte






O florescimento da juventude nos banha com saúde e força, e nos faz querer aproveitar a vida intensamente. Com entusiasmo imbatível, nos aventuramos de todas as maneiras possíveis para aumentar nossa fortuna e poder. Para alguns, ter sucesso em seus objetivos pode muito bem envolver mal aos outros para se conseguir isso. Contudo, no momento da morte, vamos compreender a futilidade de todas essas preocupações e atividades febris. Mas então, que pena, é muito tarde para retroceder.

Grande beleza não pode tirar o melhor da morte através da sedução, grande riqueza não pode suborná-la e grande força ou poder não podem forçá-la a esperar nem por um instante. O mais poderoso chefe de estado deve em seu turno obedecer ao chamado da morte. A morte vai desarmar o general, independentemente do poderoso arsenal à sua disposição. Apenas a experiência espiritual adquirida no curso de nossas vidas pode nos ajudar no momento da morte.

Dilgo Khyentse Rinpoche, em “The Hundred Verses of Advice“.


comentários