Prática da paciência






Como Shantideva diz, há muito seres a quem alguém pode fazer caridade, mas há muito poucos seres com quem podemos praticar a paciência, e o que é mais raro é mais valioso. Um inimigo é realmente muito bondoso. Através do cultivo da paciência, o poder do mérito de uma pessoa aumenta, e a prática da paciência só pode ser feita com um inimigo. Por essa razão, inimigos são os principais estimuladores do aumento do mérito. Um inimigo não é alguém que impede a prática da religião, mas alguém que ajuda.

Dalai Lama, em “The Meaning of Life from a Buddhist Perspective”.
Tricycle’s Daily Dharma, 12 de novembro, 2007.

Leia mais sobre “paciência” em:
Ciência da paz


comentários