Apego aos objetos do desejo






O ensinamento de Buda é todo sobre compreender o sofrimento — sua origem, sua cessação e o caminho para sua cessação. Quando contemplamos o sofrimento, descobrimos que estamos contemplando o desejo, porque sofrimento e desejo são a mesma coisa.

O desejo pode ser comparado ao fogo. Se agarramos o fogo, o que acontece? Isso leva à felicidade? Se dissermos “ah, olhe esse belo fogo! Veja que cores lindas! Adoro vermelho e laranja, são minhas cores favoritas” e então agarrarmos o fogo, haveria uma certa quantidade de sofrimento no corpo.

Assim, se fôssemos contemplar a causa desse sofrimento, iríamos descobrir que isso aconteceu por termos agarrado o fogo. Com essa informação, iríamos então esperançosamente soltá-lo.

Uma vez que soltamos, vemos que o fogo não é algo para nos apegarmos. Mas isso não significa que temos que odiá-lo ou descartá-lo. Podemos curtir o fogo, não? É bom ter uma fogueira, ela nos aquece, mas não precisamos nos queimar nela.

Ajahn Sumedho, em “Teachings of a Buddhist Monk”
Tricycle’s Daily Dharma, 17 de março, 2008


comentários