Capturado pelo desejo






O abutre, que paira pelos céus,
Desce em busca de comida, pelo poder do desejo.
Ele não percebe quando é pego em uma armadilha?

A grande leoa branca das neves, que majestosamente se equilibra nas geleiras,
Vem andar entre as árvores, pelo poder do desejo.
Ela não percebe quando uma nevasca se formou?

[…] A sua mente, o Buda primordial,
Procura em outro lugar, pelo poder do desejo.
Ela não percebe que está vagando no samsara?

Bem agora, que obteve um corpo humano precioso,
Você é carregado continuamente por ações mundanas.
Você não percebe que sua vida está se esgotando?

Padmasambhava (Tibete, séc. VIII)
“The Lotus Born” (cap. 41)


comentários