Prece para o Buda Amitabha







AH HO YE! A-we!
Na sagrada terra pura da Grande Bem-Aventurança
Reside o Guru Dharmakaya, Amitabha.
Olhe por mim — seu filho que reza a você — com sua sabedoria compassiva.
Conceda bençãos e transmissão de poder.
Este estado desperto que é radiância-vacuidade, livre de extremidades e centro,
Senhor, esta não é sua mente de sabedoria?
Esta natureza básica, originalmente livre de mudanças ou transferência,
Não é você, Luz Imutável?
Eu nunca estive separado disso nem por um instante.
Embora nunca tenha havido separação, ainda assim isso não foi reconhecido.
Agora, quando reconheço isso,
O Buda da Luz Sem Limites se perde.
A terra pura da Grande Bem-Aventurança desaparece.
A natureza não-nascida da mente está fluindo.
Há apenas a manifestação da bem-aventurança e estado desperto-vacuidade fluindo incessantemente.
Quaisquer experiências que surjam são o grande e ilimitado Dharmakaya emanando-se.
Se apegar a uma terra pura é o fenômeno da ilusão.
Nomear um Buda é a estreita passagem do apego.
Amitabha não está fora; olhe para dentro.
Descobrir que o Dharmakaya vem de mim mesmo é a grande satisfação.
Essa é a maravilha da tranquilidade incessante. E MA HO!

Dudjom Rinpoche (Tibete, 1904 – França, 1987)
“Manifestação sem fim da canção e dança das sublimes aspirações”
citado por Thinley Norbu Rinpoche (Tibete, 1931 ~)
“A Cascading Waterfall of Nectar”


comentários