Realização espiritual






No budismo, diferenciamos as experiências espirituais da realização espiritual. Experiências são geralmente mais vívidas e intensas que a realização porque costumam ser acompanhadas de mudanças fisiológicas ou psicológicas.

A realização, por outro lado, pode ser sentida, mas é menos pronunciada. Realização se refere a adquirir insight. Assim, enquanto a realização surge de nossas experiências espirituais, ela não é idêntica a elas. A realização é considerada imensamente mais importante porque não flutua.

A distinção entre experiências e realização espirituais é continuamente enfatizada no pensamento budista. Se evitarmos a fixação excessiva em nossas experiências, estaremos sob menos estresse em nossa prática. Sem esse estresse, seremos capazes de lidar melhor com o que quer que surja, a possibilidade de sofrimento por distúrbios psíquicos será amplamente reduzida, e iremos notar uma mudança significativa na textura fundamental de nossa experiência.

Traleg Kyabgon Rinpoche (Tibete, 1955 ~)
“Letting Go of Spiritual Experience” (Tricycle, outono de 2004)
(Tricycle’s Daily Dharma, 22/11/2009)


comentários