A prática espiritual vale a pena?






Dalai Lama

Dalai Lama (Tibete, 6 de julho de 1935 ~):

A prática espiritual realmente vale a pena? É verdadeiramente possível eliminar de dentro de nós mesmos as forças que fazem surgir o sofrimento?

Como é dito: “A natureza última da mente é clara luz”. A consciência tem muitos níveis e, embora os níveis mais ordinários sejam afetados por forças corruptoras, o nível mais sutil permanece livre de negatividades grosseiras. No Vajrayana, esse nível sutil de consciência é chamado de mente de clara luz.

As ilusões e aflições emocionais assim como a mente dualista de certo e errado, amor e ódio etc, estão associadas apenas com os níveis grosseiros de consciência. No momento, estamos totalmente absorvidos na interação desses estados grosseiros, então devemos começar nossa prática trabalhando com eles.

Isso significa conscientemente encorajar o amor sobre o ódio, a paciência no lugar da raiva, liberdade emocional em vez de apego, bondade por cima da violência e tudo mais. Fazer isso traz paz imediata e acalma a mente, possibilitando assim a meditação mais elevada.

Então, como o apego a um eu e aos fenômenos como coisas verdadeiramente existentes é a causa de toda a vasta gama de estados distorcidos da mente, a pessoa cultiva a sabedoria que elimina esse apego ao ego. Superar o apego ao ego é superar toda a multidão de distorções mentais.

“The Path to Enlightenment”
(Shambhala – Dalai Lama Quote of The Week, 2012-06-06)


comentários