Renúncia






Tai Situ Rinpoche (Tibete, 1954 ~ ):

Renúncia não significa que você se vira contra as pessoas. Significa que você renuncia ao seu apego a elas. Você se torna como um lótus puro e belo em meio ao odor e sujeira de um brejo, um lótus que — com sua presença — também torna belo o brejo lamacento.

O príncipe Siddhartha renunciou ao seu reino, renunciou a tudo, mas ele não se virou contra sua esposa e filho. Em vez disso, ele renunciou a tudo por sua esposa, filho, reino, a humanidade e todos os seres sencientes.

[…] ele queria fazer algo por eles e foi por isso que ele deixou o palácio. Foi por isso que ele renunciou ao apego. Ele não renunciou a sua esposa, filho e reino. Ele renunciou ao apego a sua esposa, filho e reino.

“Ground, Path and Fruition”, loc. 6252


comentários