Sinais da compreensão da impermanência






Dilgo Khyentse Rinpoche (Tibete, 1910 – Butão, 1991):

Quando você pensa sobre o samsara, se sentir como se estivesse em um navio afundando, em um buraco cheio de cobras, ou como se fosse um criminoso prestes a ser executado, esses realmente são sinais de que você descartou a crença na permanência das coisas. É a compreensão autêntica da impermanência despertando em sua mente.

Como resultado, você não mais ficará enredado na discriminação entre amigos e inimigos. Sua perseverança será forte, e tudo que fizer será orientado pelo Darma. Suas boas qualidades vão florescer como nunca.

“The Heart of Compassion”, v. 4


comentários